A GRANDE INVOCAÇÃO  COMPLETAgrandeinvocacao6


O Uso e o Significado da Grande Invocação

(o Mantram da Era de Aquário)

A beleza e a força desta Invocação jazem em sua simplicidade e em sua expressão de certas verdades centrais que todos os homens, inata e normalmente, aceitam - a verdade da existência de uma inteligência básica a Quem nós vagamente chamamos de Deus; a verdade que por trás de toda aparência exterior, o poder motivador do universo é o Amor; a verdade que uma grande Individualidade, chamada Cristo pelos cristãos, veio à terra e encarnou aquele amor de modo que o pudéssemos entender; a verdade que tanto o amor como a inteligência são efeitos do que é chamada a Vontade de Deus; e finalmente a verdade auto-evidente que somente através da humanidade mesma pode o Plano cumprir-se.

Toda esta Invocação se refere ao dominador e revelador reservatório de energia, à causa imediata de todos os acontecimentos na terra que indicam a emergência daquilo que é novo e melhor; esses acontecimentos demonstram a progressão da consciência em direção à luz maior.

O apelo invocativo habitual tem sido até agora egoísta em sua natureza e temporário em sua formulação. Os homens tem orado para si próprios; eles tem invocado a ajuda divina para os que amam; e dado uma interpretação material a suas necessidades básicas.

Esta invocação é uma oração mundial; ela não tem qualquer apelo pessoal, nem urgência invocativa temporal; ela expressa a necessidade da humanidade e mergulha em todas as dificuldades, dúvidas e questionamentos diretamente até a Mente e o Coração D'Aquele em Quem vivemos, nos movemos e temos o nosso ser - Aquele Que permanecerá conosco até o final do próprio tempo e "até que o último cansado peregrino tenha encontrado seu caminho de volta para casa".

DO PONTO DE LUZ NA MENTE DE DEUS,

FLUA LUZ ÀS MENTES HUMANAS;

QUE A LUZ DESÇA À TERRA.

Nas primeiras três linhas temos a referência à Mente de Deus como um ponto focal para a luz divina. Isso se refere à alma de todas as coisas. O termo alma com seu principal atributo de esclarecimento inclui a alma humana e aquele ponto de consumação de luz que nós consideramos como a "ofuscante" alma da humanidade. Aquela alma traz luz e espalha iluminação. Ela é necessária sempre, para lembrar que a luz é energia ativa.

Quando nós invocamos a Mente de Deus e dizemos: "Flua luz às mentes dos homens, que a Luz desça à Terra", nos estamos vocalizando uma das grandes necessidades da humanidade e, se a invocação e a prece significam realmente algo, a resposta é certa e segura. Quando encontramos presente em todas as pessoas, em todas as épocas, em cada era e em toda situação, a urgência em verbalizar um apreço ao Centro espiritual invisível, há uma segura certeza de que um centro existe. A Invocação é tão velha quanto a própria humanidade.

O Cristo nos disse que os homens "amam as trevas em vez da luz, porque seus atos são maus". Contudo, uma das grandes belezas emergentes no tempo atual é que a luz está sendo lançada em cada lugar escuro, e nada há oculto que não venha a ser revelado. As pessoas reconhecem a presente trava e miséria e consequentemente saúdam a luz. A iluminação das mentes do homens, de modo a que eles possam ver as coisas como elas são, pode alcançar motivos corretos e o meio de alcançar corretas relações humanas é agora uma necessidade capital. Na luz que iluminação traz, veremos finalmente luz, e o dia virá em que milhares de filhos dos homens e incontáveis grupos serão capazes de dizer com Hermes e com o Cristo: "Eu sou (ou nós somos) a luz do mundo".

DO PONTO DE AMOR NO CORAÇÃO DE DEUS,

FLUA AMOR AOS CORAÇÕES HUMANOS;

QUE AQUELE QUE VEM VOLTE À TERRA.

Nas três linhas seguintes, o Coração de Deus é envolvido e o ponto focal do amor considerado. Este "coração" do mundo manifestado é a Hierarquia espiritual - esse grande agente transmissor de amor para dotar de forma a manifestação divina.

O Amor é uma energia que deve alcançar os corações dos homens e fecundar a humanidade com a qualidade da compreensão amorosa, isso é o que é expresso quando o amor e a inteligência se expressam juntos.

Quando os discípulos estiverem agindo realmente em nome do Cristo, então virá o tempo em que Ele poderá novamente andar no meio dos homens de maneira pública; Ele poderá ser publicamente identificado e assim fazer Seu trabalho em níveis exteriores de vida assim como no interior. O Cristo disse ao se despedir de Seus discípulos: "Estou com vocês sempre, até o fim dos dias".

Quando o Cristo vier, haverá um florescimento de grande atividade de Seu tipo de consciência entre os homens; Ele incutirá no mundo dos homens a potência e a energia distintiva do amor intuitivo. Os resultados da distribuição dessa energia de amor serão de duplo aspecto:

Primeiro, a energia ativa da compreensão-amorosa mobilizará uma tremenda reação contra a potência do ódio. Odiar, ser separativo e ser exclusivo virão a ser considerados como o pecado único, pois será reconhecido que todos os pecadores, tais como relacionados e agora considerados como erros, somente se desenvolvem a partir do ódio ou de seu produto, a consciência anti-social.

Em segundo lugar, homens e mulheres incontáveis em todos os países constituir-se-ão em grupos para a promoção da boa-vontade e apara a produção de corretas relações humanas. Tão grande será o seu número que, de uma minoria pequena e relativamente sem importância, chegarão a ser a maior e mais influente força no mundo.

DO CENTRO ONDE A VONTADE DE DEUS É CONHECIDA,

GUIE O PROPÓSITO TODAS AS PEQUENAS VONTADES HUMANAS;

O PROPÓSITO QUE OS MESTRES CONHECEM E A QUE SERVEM.

Nestas linhas encontramos uma prece em que a vontade humana possa ser ajustada de modo a ficar em conformidade com a vontade divina, mesmo que esta não seja compreendida. Há uma indicação nessas três linhas que a humanidade em si mesma não pode, por enquanto, alcançar o que seja o propósito da Vontade de Deus, aquele aspecto da vontade divina que procura imediata expressão da terra. Mas certamente, na medida em que o propósito da Vontade de Deus busca influir sobre a vontade humana, ela é expressa em termos humanos como boa-vontade, como determinação viva ou como uma intenção fixa de alcançar corretas relações humanas.

A vontade divina, tal com é essencialmente, permanece o grande mistério. O próprio Cristo lutou com o problema da vontade divina e dirigiu-Se ao Pai quando pela primeira vez Ele se conscientizou da extensão e da complexidade de Sua missão como salvador mundial. Ele então bradou alto: "Pai, não a minha vontade mas a Tua seja feita". Essas palavras marcaram o abandono dos meios através dos quais Ele estivera tentando salvar a humanidade; isso Lhe indicava o que poderia àquela tempo, ter parecido um fracasso e que Sua missão não estava cumprida. Por dois mil anos Ele tem esperado para ver frutificar aquela missão. Ele não pode prosseguir com Sua missão sem uma ação recíproca da humanidade.

Essa Invocação é peculiar e, essencialmente, o Próprio Mantram do Cristo. Seu "som ecoou" para o mundo inteiro por intermédio da sua enunciação por Ele e através de seu uso pela Hierarquia espiritual. Agora suas palavras devem espalhar-se pelo mundo inteiro através de sua enunciação pelos homens em toda parte e seu significado deve ser expresso pelas massas no devido tempo. Então o Cristo poderá novamente "descer à terra" e "ver a obra de sua alma e ficar satisfeito".

DO CENTRO A QUE CHAMAMOS RAÇA HUMANA,

CUMPRA-SE O PLANO DE AMOR E LUZ;

E QUE ELE VEDE A PORTA ONDE MORA O MAL.

No quarto grupo de três linhas, tendo invocado os três aspectos ou potências da Mente, Amor e Vontade, temos a indicação da ancoragem de todos esses poderes na própria humanidade, no "centro a que chamamos raça dos homens". Aqui, e somente aqui, podem todas as três qualidades divinas - em tempo e espaço - expressar-se e encontrar plena realização; aqui, e somente aqui, pode o amor verdadeiramente nascer, a inteligência corretamente funcionar e a Vontade de Deus demonstrar sua efetiva vontade-para-o-bem. Pela humanidade, só e sem ajuda (exceto pelo divino espírito em todo ser humano), pode a "porta onde habita o mal" ser selada.

Esta linha final da quarta estrofe talvez exija explicação. Esta é uma maneira simbólica de expressar a idéia de tornar os propósitos maus tanto inativos quanto ineficazes. Não há particular localização para o mal; no Livro das Revelações, o Novo Testamento fala do mal e da destruição do diabo e do tornar Satã impotente.

A "porta onde mora o mal" é mantida aberta pela humanidade através de seus desejos egoístas, seus ódios e separatividade, por sua ambição e suas barreiras raciais e nacionais, suas baixas ambições pessoais e seu amor pelo poder e crueldade. À medida que a boa-vontade e a luz fluírem nas mentes e corações humanos, essas más qualidades e essas energias dirigidas que mantém aberta a porta do mal dão lugar a uma ânsia por corretas relações humanas, a uma determinação para criar um mundo melhor e mais pacífico e a uma expressão mundial da vontade-para-o-bem.

À proporção que essas qualidades se superponham às velhas e indesejáveis, a porta onde mora o mal simbolicamente fechar-se-á lentamente através da mudança de rumo do peso da opinião pública e pelo correto desejo humano. Nada pode impedi-lo.

Assim o Plano original será restaurado na terra. Simultaneamente, a porta para o mundo da realidade espiritual abrir-se-á diante da humanidade e a porta onde mora o mal será fechada. Assim, através do "centro a que chamamos raça dos homens" o Plano de Amor e Luz opera e aplica o golpe de morte no mal, no egoísmo e na separatividade, selando-os na tumba da morte para sempre; assim também o propósito do Criador de todas as coisas será cumprido.

QUE A LUZ, O AMOR E O PODER

RESTABELEÇAM O PLANO DA TERRA.

Fica evidente que as três primeiras estrofes invocam, ou apelam para os três aspectos da vida divina que são universalmente reconhecidos: a mente de Deus, o amor de Deus e a vontade ou o propósito de Deus; a quarta indica a relação da humanidade com essas três energias de inteligência, amor e vontade e a profunda responsabilidade da humanidade de implementar a difusão do amor e luz na terra para restaurar o Plano. Este Plano convoca a humanidade para a expressão do Amor e desafia os homens para "deixarem sua luz brilhar". Então vem a solicitação solene final para que este "Plano de Amor e Luz", atuando através da humanidade, possa "murar a porta onde mora o mal".

A linha final então contém a idéia da restauração, indicando a nota-chave para o futuro e que dia virá quando a idéia original de Deus e Sua intenção inicial não mais serão frustadas pelo mal e pelo livre-arbítrio humanos, pelo puro materialismo e egoísmo; o propósito divino será então, através dos corações e dos objetivos renovados da humanidade, alcançado.

(texto elaborado pela Fundação Cultural Avatar - Niterói - RJ - Brasil - Alice A. Bailey  )
   
  

A Grande Invocação

Do ponto de Luz na Mente de Deus

Flua a luz às mentes dos homens;

Que a luz desca à Terra.

 

Do ponto de amor no coração de Deus,

Flua amor aos corações dos homens;

Que o Cristo volte a Terra.

 

Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,

Guie o propósito as pequenas vontades dos homens;

O propósito que os Mestres conhecem e a que servem.

 

Do centro a que chamamos raça dos homens,

Cumpra-se o Plano de Amor e Luz

E que ele cerre a porta onde mora o mal.

 

Que a Luz, o Amor e o Poder restabeleçam

O Plano na Terra.

·         A Invocação ou Oração acima não pertence a nenhuma pessoa ou grupo, mas a toda Humanidade. A beleza e a força desta invocação repousam em sua simplicidade e em sua expressão de certas verdades centrais que todos os homens inata e normalmente aceitam – a verdade da existência de uma inteligência básica a Quem vagamente damos o nome de Deus; a verdade que por trás de toda a aparência exterior, o poder motivador do universo é o Amor; a verdade que uma grande individualidade veio à terra, chamada pelos cristãos, o cristo, e encarnou aquele amor de modo que pudéssemos compreender; a verdade que tanto o amor como a inteligência são efeitos do que é chamada a Vontade de Deus; e, finalmente, a verdade auto-evidente que somente através da própria humanidade pode o plano Divino realizar-se.

·         Alice A. Bailey

·         Do Livro: Um Tratado sobre a Magia Branca – Tomo I

Oração Xamãnica

 

 OUTROS IDIOMAS


   THE GREAT INVOCATION (inglês)


From the point of Light within the Mind of God
Let light stream forth into the minds of men.
Let Light descend on Earth.

From the point of Love within the Heart of God
Let love stream forth into the hearts of men.
May Christ return to Earth. 

From the center where the Will of God is known
Let purpose guide the little wills of men,
The purpose which the Masters know and serve.  

From the center which we call the race of men
Let the Plan of Love and Light work out.
And may it seal the door where evil dwells.

Let Light and Love and Power restore the Plan on Earth.

 

DIE GROSSE INVOKATION (alemão)


Aus dem Quell des Lichts im Geiste Gottes
Ströme Licht herab ins Menschen-Denken.
Es werde Licht auf Erden

Aus dem Quell der Liebe im Herzen Gottes
Ströme Liebe aus in alle Menschenherzen
Möge Christus wieder kommen auf Erden                                                      

Aus dem Zentrum, das den Willen Gottes kennt,
Lenke plan-beseelte Kraft die kleinen Menschenwillen
Zu dem Endziel, dem der Meister wissend dient                                                     

Durch das Zentrum, das wir Menschheit nennen,
Entfalte sich der Plan der Liebe und des Lichtes
Und siegle zu die Tür zum Übel                                                    

Mögen Licht und Liebe und Kraft den Plan auf Erden wieder herstellen.
so sei es


LA GRANDE INVOCATION (francês)


Du point de Lumière dans la pensée de Dieu
Que la Lumière afflue dans la pensée des hommes.
Que la Lumière descende sur la Terre.

Du point d'Amour dans le Cœur de Dieu
Que l'amour afflue dans le cœur des hommes.
Puisse le Christ revenir sur Terre.

Du centre où la Volonté de Dieu est connue
Que le dessein guide le faible vouloir des hommes.
Le dessein que les Maîtres connaissent et servent.

Du centre que nous appelons la race des hommes
Que le Plan d'Amour et de Lumière s'épanouisse,
Et puisse-t-il sceller la porte de la demeure du mal.  

Que Lumière, Amour et Puissance restaurent le Plan sur la Terre.

 

LA GRAN INVOCACIÓN (español)


Desde el punto de Luz en la Mente de Dios,
Que afluya luz a las mentes de los hombres;
Que la Luz descienda a la Tierra.

Desde el punto de Amor en el Corazón de Dios,
Que afluya amor a los corazones de los hombres;
Que Cristo retorne a la Tierra.

Desde el centro en donde la Voluntad de Dios es conocida,
Que el propósito guíe las pequeñas voluntades de los hombres;
El propósito que los Maestros conocen y sirven.

Desde el centro que llamamos la raza de los hombres,
Que se realice el Plan de Amor y de Luz
Y selle la puerta donde se halla el mal.

Que la Luz, el Amor y el Poder restablezcan el Plan en la Tierra.


LA GRANDE INVOCAZIONE (italiano)


Dal punto di Luce entro la Mente di Di
Affluisca luce nelle menti degli uomini.
Scenda Luce sulla Terra.  

Dal punto di Amore entro il Cuore di Dio
Affluisca amore nei cuori degli uomini.
Possa Cristo tornare sulla Terra.

Dal centro ove il Volere di Dio è conosciuto
Il proposito guidi i piccoli voleri degli uomini
Il proposito che i Maestri conoscono e servono.

Dal centro che vien detto il genere umano
Si svolga il Piano di Amore e di Luce.
E possa sbarrare la porta dietro cui il male risiede.

Che Luce, Amore e Potree ristabiliscano il Piano sulla Terra.


LA GRANDA INVOKACIE (esperanto)


El la punkto de Lunece en la Mense de Dio,
La Lume defluadu sur la homaj mensej,
La Lumece descendu sur la Tere.

El la punkto de Amo en la Kere de Dio,
La Amo defluadu en homajn kerejn,
La Kriste revenue sur la Tere.

El la centre, kie la Vole de Die estas konata,
La intence konduku malgrandan homan volen
La intence kiu estas konata al la Mastrej, kaj al kiu ili servas.

El la centre, kiu ni nimas la homa raze
Razultu la Plano de Amo kaj Lume,
Kiu metas la sigelon sur pordege, kie restadas la salbene.

La Lumece, Amo kaj Pove restarigu tiu di Plano sur la Tere.

 

DE GROTE AANROEP  (holandês)


Vanuit het punt van Licht in het Denken van God
Strome licht in het denken van de mensen,
Dat Licht op aarde nederdale.

Vanuit het punt van Liefde in het Hart van God
Strome liefde in de harten van de mensen,
Moge Christus tot de aarde wederkeren.  

Vanuit het centrum waar Gods Wil gekend wordt.
Richte doel de kleine wil der mensen,
Het doel, dat de Meesters kennen en dienen.

Vanut het centrum dat wij mensheld noemen
Verwezenlijke zich het Plan van Liefde en Licht
En moge het de deur verzegelen waar het kwaad verblijft.

Laat Licht en Liefde en macht het Plan op aarde herstellen. 


INVOCACIÓ A PREGÀRIA (catalão)


Des del punt de Llum en la Ment de Déu,
Que flueiri Llum a la ment dels homes,
Que la Llum devalli a la Terra.

Des del punt d’Amor en el Cor de Déu,
Que flueiri d’Amor al cor dels homes,
Que Crist torni a la Terra.

Des del centre on la Voluntad de Déu és coneguda,
Que el propòsit guii la voluntad dels homes,
El propòsit que el Mestre coneir i serveir.

Mitjançant el centre que anomenem la raça dels homes,
Que es realitzi el Pla d’Amor i de Llum
I segelli la porta on hi resta el mal.

Que la Llum, ç”Amor i el Poder restableirin el Pla damunt la Terra.


DIE GROOT INVOKASIE (africaner)

Uit die punt van Lig in die Denke van God
Laat Lig in die denke van die mens instroom.
Laat Lig op die aarde neerdaal.

Uit die punt van Lig in die Denke van God
Laat Lig in die denke van die mens instroom.
Laat Lig op die aarde neerdaal.

Uit die punt van Liefde in die Hart van God
Laat Liefde in die hart van die mens instroom.
Mag Christus na die Aarde terugkeer.

Uit die sentrum waar God's Wil bekend is
Laat doelgerigtheid die menslike wil lei -
Die doel wat die Meesters ken en dien.

Uit die sentrum wat ons die mensdom noem
Laat die Plan van Liefde en Lig uitwerk.
En die poort verseel waar die bose woon

Laat Lig en Liefde en Krag  die Plan op die Aarde herstel .

 
ANAGY  FOHÁSZ  (húngaro)

A FÉNYFORRÁSBÓL, AMELY ISTEN ELMÉJÉBEN ÉL
ÁRADJON FÉNY AZ EMBERI ELMÉKBE.
SZÁLLJON VILÁGOSSÁG A FÓLDRE.
A SZERETET FORRÁSÁBÓL, AMELY ISTEN SZÍVÉBEN ÉL
SUGÁROZZÉK SZERETET AZ EMBEREK SZÍVÉBE.
TÉRJEN VISSZA KRISZTUS A FÓLDRE.

A KÖZPONTBÓL, AHOL ISTEN AKARATÁT ISMERIK
VEZÉRELJE CÉL A SOK KIS EMBERI AKARATOT.
AZ A CÉL, AMIT A MESTEREK ISMERNEK ÉS SZOLGÁLNAK.

A KÖZPONT, MELYET EMBERISÉGNEK HÍVUNK
A FÉNY ÉS SZERETET TERVÉT TELJESÍTSE BE,
HOGY A GONOSZSÁG LAKÁNAK AJTAJA ZÁRULJON LE.

FÉNY, SZERETET ÉS ERO ÁLLÍTSA HELYRE A TERVET E FÖLDÖN.


DJERITAN (indonésio)

Semoga berpantjararlah asal sumber tjahaja dalam Fikiran Tuhan
Tjahaja mengalir kealam fikiran manusia.
Semoga tjahaja terang turun kedunia. 

Semoga berpantjararlah asal pusat segala Kasih-Sajang dalam Hati Tuhan
Kasih-Sajang jang dengan deras meresap kedalam hati manusia.
Semoga Imam Mahdi kembali kedunia.

Semoga asal pusat segala Kehendak Tuhan.
Tudjuan menghantar kehendak ketjil manusia
Tudjuan jang terkenal dan diabdikan oleh Arhat (Malaikat).

Semoga asal pusat seluruh manusia
Rentjana Tjinta dan Terang terudjudlah
Dengan merapat pintu dimana djahat bersarang

Semoga Tjahaja, Tjinta dan Gaja memulihkan Rentjana didunia. 


A-217c2
 

 























agrandeinvocacaoguarani






























Muitas religiões acreditam num Mestre do Mundo ou Salvador, conhecendo-o sob diversos nomes como o Cristo, Lord Maitreya, Imam Mahdi, Bodhisattva e Messias e esses termos são usados em algumas das versões cristãs, hindus, budistas e judias da Grande Invocação.
Na “Grande Invocação”, o Cristo é invocado como Ele é conhecido pela Hierarquia. A Invocação não foi somente direcionada para membros de várias religiões, mas também para pessoas sem ligações com religião. O uso do nome Cristo, como aparece na Invocação não é uma limitação da compreensão espiritual, mas uma expansão.
A segunda guerra mundial teve um efeito profundo em todo o planeta, pois ao lado de um imenso sofrimento, ela também abriu completamente as consciências humanas como resultado da destruição das antigas e desgastadas instituições e formas de viver e de formas-pensamento cristalizadas que afetavam a humanidade. A agonia da guerra e o desespero de toda a família humana levou Cristo a dar ao mundo uma das orações mais antigas já conhecidas, cuja utilização não havia sido permitida exceto pelos Seres espirituais mais elevados. O próprio Cristo usou a mensagem pela primeira vez na Terra em junho de 1945.
Como resultado da colaboração de Alice Bailey e de um Mestre Tibetano da sabedoria, “sete palavras-forma” muito antigas foram traduzidas em frases “entendíveis e adequadas”, para o inglês.
A Grande Invocação é essencialmente um oração que sintetiza os mais elevados desejos, aspirações e apelos espirituais da própria alma da humanidade, e deve ser usada com esse propósito em mente.
A Grande Invocação é essencialmente o próprio mantra de Cristo e seu som abrangeu todo o mundo através de sua enunciação por Cristo e através de seu uso pela Hierarquia. Cada discípulo deveria fazer da sua divulgação bem como de seu uso diário um dever e uma obrigação, pois ela pode ser usada com profunda eficácia. A contribuição mais importante de todas é a preparação do caminho de Cristo para ensinar a humanidade a usar a grande Invocação, de modo que ela se torne uma prece mundial que focaliza o apelo invocativo da humanidade.
Quando se usa a palavra “homens” refere-se a todos os seres sentientes. A raça dos homens inclui todos os que são sensitivos para impressões de níveis tanto “acima” como “abaixo” do nível humano. À medida que a humanidade se acostuma a invocar a impressão da Hierarquia, as civilizações e culturas criadas pelo homem irão progressivamente aderir ao Pano Divino. Aqui novamente emerge outra razão para a importância do “centro a que chamamos a raça dos homens” e uma indicação da crise da humanidade, pois o homem está agora no ponto em que o intelecto está sendo tão fortemente despertado que nada pode impedir seu progresso no conhecimento, que poderia ser usado perigosamente ou aplicado egoisticamente se nada fosse feito para salvaguarda-lo. Os homens devem ser ensinados a responder a valores espirituais mais elevados ou o crescente estágio de integração de muitos milhões de seres humanos será simplesmente direcionado, mais efetivamente, para propósitos egoístas e materialistas.
A manifestação – mente, emoção e cérebro – deve corresponder a amor, sabedoria e propósito direto.
A Grande Invocação fornece, como resultado de seu uso correto, um fluxo espiritual diretamente no próprio coração da humanidade, provindo das fontes mais elevadas.  Recebendo a Grande Invocação, com seu uso e divulgação, a humanidade está participando de um evento cósmico de tremenda importância.

http://www.thegreatinvocation.org.uk/
http://www.lucistrust.org/invocation/gitrans/translations.shtml

 

  Site Map