SISTEMA DE CHAKRAS NOS ANIMAIS

 sistemachakras

Chakras são Centros de Energia localizados nos Corpos Etéricos dos animais. Tudo que existe é energia, seja visível aos nossos olhos ou não. Um pensamento é uma forma de energia, uma planta é uma forma de energia – animais e  humanos, assim como todo o Universo, também são uma forma de energia. O corpo do ser vivente gera ao seu redor uma luminosidade meio enfumaçada, que é o resultado da vibração de energia, ou energia vibracional. Essa luminosidade tem a capacidade de apresentar diferentes cores, que terão, dependendo da intensidade e forma, significados diferentes.

Chakras são vórtices com diferentes sons, cores e densidades.

Os animais têm Centros de Energia e seus Chakras estão do mesmo modo situados – com as devidas diferenças, dado que a maioria dos animais é mais horizontal do que somos – mas eles se situam em lugares muito semelhantes. Os animais têm outro Chakra Principal, que está situado abaixo do ombro (dos dois lados), chamado Chakra Braquial. Este Chakra é também chamado de Chakra Chave, pois é um poderoso centro de energia e pode dar acesso a todos os outros Chakras.

Todos os animais possuem um Sistema Etérico de Chakras, como os humanos, e a maioria dos animais possui Oito Chakras Principais Ativos (ou Doze nos Gatos), Vinte e um Chakras Secundários ou Menores (alguns autores referem-se a Catorze Chakras Secundários) e Seis Chakras em Botão (Quatro nos Coxins Plantares – somente em animais com “almofadinhas” – animais com cascos não - e Dois nas Aberturas dos Ouvidos). Os Chakras nos animais também estão relacionados ao seu Sistema Endócrino.

Os Chakras afetam a área do corpo onde estão localizados – muitos desequilíbrios físicos podem ser resultado de desequilíbrios dos Chakras. Nos animais, o processo é o mesmo: a doença se manifesta em outros corpos mais sutis, e por último no corpo físico, que é o mais denso dentre todos.

Os Oito Chakras Principais têm um importante papel no comportamento dos animais. Os animais esfregam seus corpos em árvores, no chão ou mesmo nas pessoas, para estimular o Chakra do Plexo Solar, o Chakra Raiz e para se conectarem com as energias da Terra (energias telúricas).

Os Chakras dos Coxins Plantares são sensíveis, e conduzem o animal a pontos de energia harmoniosa. Quando um ponto, local harmonioso é encontrado, o animal deitando-se nesse ponto absorverá energia positiva com seu Chakra do Plexo Solar e Chakra Raiz - abrirá seus canais de energia. Os Chakras dos Coxins Plantares são a fonte primária para animais encontrarem energia positiva. O Chakra Maior e os Chakras Menores da cauda ajudam a guiar o animal para fontes de energias benéficas.

Para uma harmonização do corpo inteiro do animal, pode-se começar o trabalho energético com o Chakra Raiz, na base da cauda, indo em direção a cada Chakra, para abrir e equilibrar cada área; isso pode ser obtido através da Cromoterapia, Reiki, Massagem com Óleos Essenciais, etc.. Ou com o Chakra Braquial.

É interessante também massagear delicadamente cada centro de energia, para conduzir o animal ao relaxamento. E depois começar o tratamento vibracional.

O TRATAMENTO HOLÍSTICO NÃO SUBSTITUI O TRATAMENTO VETERINÁRIO CONVENCIONAL.

O ANIMAL DEVE SER SEMPRE, EXAMINADO POR UM MÉDICO VETERINÁRIO.

A escritora inglesa Diane Stein, formada em Ciências pela “Universidade Duquesne”, defende a terapia holística para cães e outros animais domésticos. Em seu livro “A Cura Natural Para Cães e Gatos” (Editora Ground) ela expõe o trabalho de Linda Tellington-Jones, baseado na cura psíquica, com florais e acupuntura. Diane fala sobre os Chakras (centros de energia) dos animais e de como eles regem a saúde do bicho.

Para que o bicho tenha uma boa saúde, é necessário que tenha o campo energético em constante estado de equilíbrio – e, isso pode ser obtido também pelas Terapias Holísticas Vibracionais: Florais, Cromoterapia, Cristaloterapia, Sons, Música, Aromaterapia, etc...  sobretudo – ser amado!


sistemachakras2

Esse diagrama dos Chakras de um cão pode ser entendido para todos os animais (aves, mamíferos e cetáceos. Cetáceos são os mamíferos marinhos) embora alguns autores considerem que o gato possui Doze Chakras Principais. Vários autores afirmam que todos os animais possuem o Chakra Braquial.

O Chakra Principal Braquial, ou o Chakra Chave (nas figuras, área com várias cores) é o Chakra Líder de um animal e afeta diretamente todos os outros Chakras. É localizado nos dois lados do corpo, abaixo da área do ombro e desempenha um papel importante na relação animal/humano. 

 

CHAKRAS PRINCIPAIS DOS CÃES

 

Os cães possuem Vinte e Um (ou Catorze, segundo alguns autores) Chakras Menores, Oito Chakras Principais e Seis Chakras em Botão. Esses Seis Chakras estão nos Coxins Plantares e nas entradas dos Ouvidos. Os Chakras Menores e os em Botão, são pontos menores de energia, mas são extremamente importantes para a vitalidade e qualidade de vida do animal. Esses Chakras Menores dão suporte aos Chakras Principais, e ajudam na obtenção do relaxamento total do cão. A diferença entre Chakras em animais e humanos, é que os Chakras dos animais, podem não estar associados a uma cor (há opiniões divergentes nessa matéria).

Nos cães, todos os Chakras Principais estão presentes e completamente desenvolvidos, mas assim como nos humanos, podem não estar todos abertos. Há três Chakras que são abertos com o nascimento e permanecem abertos ao longo da vida dos cães. São eles: Chakra Cardíaco, o Chakra do Plexo Solar e o Coronário (no alto da cabeça). O Chakra Cardíaco tem uma luz associada a ele – é uma pálida luminosidade branca, a qual se torna verde quando o Chakra está aberto. Poucos cães estão “aptos” evolutivamente a abrirem o Chakra Laríngeo, o Esplênico e o Chakra do Terceiro Olho.

O Chakra Raiz tem um importante papel na vida dos cães. É onde a comunicação aparece, vinda do mundo animal. A abertura desse Chakra permite os latidos, “conversa” e todos os outros sons emitidos pelos cães.

Alguns autores interpretam certas cores do campo bioelétrico dos animais (observáveis por bioeletrografia) – mas é matéria controversa:

- Amarelo - pode ser sinal de doença, debilidade física ou tristeza;

- Azul - felicidade e satisfação;

- Cinza Translúcido - capacidade de adaptação;

- Dourado - expressa felicidade;

- Laranja - manifestação dos instintos (fome, sede, sexo);

- Verde – mansidão;

- Vermelho- exprime instinto e vigor;

- Violeta - satisfação e felicidade.

    sistemachakras3

O animal possui em torno de Oito Chakras Principais, que são Centros de Energia completamente desenvolvidos. O equilíbrio dos Chakras resulta em saúde e vitalidade.

Eles são:

1- Primeiro Chakra ou Chakra Básico ou Chakra Raiz;

2- Segundo Chakra ou Chakra Esplênico;

3- Terceiro Chakra ou Chakra Umbilical ou Chakra do Plexo Solar;

4- Quarto Chakra ou Chakra Cardíaco;

5- Quinto Chakra ou Chakra Laríngeo;

6- Sexto Chakra ou Ajna, ou Chakra Frontal ou Chakra do Terceiro Olho;

7- Sétimo Chakra ou Chakra Coronário ou Chakra da Coroa;

8- Chakra Braquial ou Chakra Chave.

- Primeiro Chakra ou Chakra Básico ou Chakra Raiz:

Localização: base da cauda;

Influências: glândulas adrenais, coluna, ossos (medula), pernas, patas traseiras, cólon (final do intestino grosso), ânus, cauda e os rins;

Cor: vermelho;

Atributos: boa saúde, instintos de sobrevivência, vitalidade, ligar à Terra;

Aroma: patchouli;

Elemento: terra;

Símbolo: quadrado;

Em desequilíbrio: o animal pode experimentar: agressividade, violência, raiva, medos primários, constipação (prisão de ventre);

Para abrir e equilibrar: o animal deve ter contato com terra.

- Segundo Chakra ou Chakra Esplênico:

Localização: no abdômen abaixo dos genitais;

Influências: genitais, pélvis, órgãos reprodutores, intestino grosso e intestino delgado, estômago, e o sacro;

Cor: laranja;

Atributos: criatividade, energia sexual, prazer;

Aroma: canela;

Elemento: água;

Símbolo: pirâmide;

Em desequilíbrio: possessividade, ciúmes, problemas nos órgãos reprodutores;

Para abrir e equilibrar: massagem na barriga e parte interna das coxas com óleo essencial de lavanda;

- Terceiro Chakra ou Chakra Umbilical ou Chakra do Plexo Solar:

Localização: o Plexo Solar em um animal está no peito superior; alguns centímetros atrás das pernas dianteiras;

Influências: estômago, vesícula, fígado, pâncreas, diafragma, rins, sistema nervoso, e lombar;

Cor: amarelo;

Atributos:  vontade, determinação, liderança;

Aroma: alecrim;

Elemento: fogo;

Símbolo: círculo;

Em desequilíbrio: o animal pode experimentar: raiva, má digestão, medo, ódio, transtornos alimentares, tédio, apatia;

Para abrir e equilibrar: coçar a barriguinha do animal - massagem com óleo essencial de alecrim;

- Quarto Chakra ou Chakra Cardíaco:

Localização: área do coração;

Influências: coração, circulação, peito, vértebras, pulmões, sistema imunológico;

Cor: verde;

Atributos: : amor incondicional, perdão, compaixão, consciência de grupo, paz, tolerância.

Aroma: sândalo;

Elemento: ar;

Símbolo: cruz;

Em desequilíbrio: quando desequilibrado o animal pode experimentar: raiva, problemas de coração, inflexibilidade, falta de amor;

Para abrir e equilibrar: você deve fazer um trabalho voluntário - acredite ou não: seu animal sintonizará e sentirá as suas emoções junto com a sua intenção;

- Quinto Chakra ou Chakra Laríngeo:

Localização: a área de garganta superior;

Influências: tireóide, pulmões, sistema respiratório, pernas dianteiras, patas, garganta, boca, cordas vocais;

Cor: azul céu;

Atributos: comunicação, expressão, eloqüência;

Aroma: anis;

Elemento: éter;

Símbolo: taça;

Em desequilíbrio: quando desequilibrado o animal pode experimentar: dificuldade de comunicação problemas na garganta;

Para abrir e equilibrar: cante e respire conscientemente. Isto acalmará o animal;

- Sexto Chakra ou Ajna ou Chakra Frontal ou Chakra do Terceiro Olho:

Localização: entre os olhos;

Influências: hemisfério cerebral esquerdo, lados da cabeça, testa, orelhas, nariz, sistema nervoso;

Cor: índigo ou azul marinho;

Atributos: intuição, imaginação, visualização, concentração;

Aroma: baunilha;

Elemento: energia etérica (telepática)

Símbolo: Estrela de Davi;

Em Desequilíbrio: quando desequilibrado o animal pode experimentar: dores de cabeça, problemas de visão, falta de concentração;

Para abrir e equilibrar: você deve meditar;

- Sétimo Chakra ou Chakra Coronário ou Chakra da Coroa:

Localização: o topo da cabeça, entre as orelhas;

Influências: crânio, hemisfério cerebral direito, córtex cerebral, olho direito;

Cor: violeta;

Atributos: inspiração, sabedoria, consciência cósmica, espiritualidade, unidade com todos;

Aroma: violeta;

Elemento: energia cósmica;

Símbolo: lótus;

Em Desequilíbrio: quando desequilibrado o animal pode experimentar: depressão, falta de inspiração (devido a ser desconectado da fonte espiritual);

Para abrir e equilibrar: ouvir música erudita – Mozart, Bach, Beethoven.

- Chakra Principal Braquial ou Chakra Chave:

É o Chakra Líder de um animal e afeta diretamente todos os outros Chakras. É localizado nos dois lados do corpo na área abaixo do ombro do ombro e desempenha um papel importante na relação animal/humano. Tratando-se desse Chakra, a energia é enviada ao corpo inteiro. Os cães gostam de ser coçados nesta área. Ao mesmo tempo, é uma área dolorosa para ser escovada – é sensível.

O Plexo Braquial é um grande Plexo Nervoso que origina os nervos que inervam o membro torácico. Os seres humanos possuem o Plexo Braquial (membro superior é inervado pelo Plexo Braquial situado no pescoço e na axila) porém, não há Chakra Principal nessa área.

 sistemachakras5

Martha Follain

Obra Registrada na Biblioteca Nacional - Nº registro: 467.531 Livro: 880 Folha: 279

 

  Site Map